Projeto gastronômico e social do Complexo da Maré é destaque da Copa do Mundo de Beach Tennis

Rio de Janeiro – A Copa do Mundo de Beach Tennis, que está sendo disputada até domingo, na Praia de Copacabana, no Rio de Janeiro, também pensou em sua responsabilidade social e levou para o torneio o Maré de Sabores. O projeto existe há 11 anos e faz parte da Casa das Mulheres da Maré, impactando de forma positiva a vida das mulheres que vivem no complexo de 16 favelas da Maré através da gastronomia.

O Maré de Sabores é um bufê que atende toda a cidade do Rio de Janeiro e na Copa do Mundo de Beach Tennis está retomando as suas atividades fora da comunidade, depois de um ano e meio de pandemia.

Na arena de Copacabana, o bufê tem um estande no boulevard para apresentar ao mundo – são atletas de 16 países – a culinária “mareense”. No cardápio, por exemplo, o X-Marezinha, sanduíche de pão artesanal com queijo coalho, banana da terra grelhada e molho de cajá, inspirado na cozinha nordestina. O bufê também é responsável pelo catering servido na área VIP do torneio.

“Entendemos que uma alimentação adequada e de qualidade é um direito negado às mulheres de favelas e periferias. Aqui valorizamos a identidade gastronômica local e ao mesmo tempo mostramos a importância de consumir comida de verdade e descartar produtos ultraprocessados”, afirma a chef Mariana Aleixo, coordenadora da Casa das Mulheres da Maré e do Maré de Sabores.

Maré de Sabores em números – Em 11 anos, mais de 800 mulheres passaram pela formação do Maré de Sabores, 200 delas trabalharam no bufê e hoje, por conta da pandemia, 18 delas trabalham diretamente no Maré de Sabores.

O Complexo da Maré concentra 16 favelas em uma área de 4km2, com 140.000 habitantes e 45.000 domicílios. Do total de habitantes, 54% são mulheres.

A chef Mariana Aleixo nasceu na comunidade e está à frente do projeto. Em abril deste ano, ela entrou na edição do 50Next, uma lista mundial de pessoas que trabalham e projetam suas ações para moldar o futuro da gastronomia. A lista 50Next – que não é um ranking – é composta por indivíduos de 34 países, identificados como líderes da próxima geração em gastronomia.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.