A importância da alimentação saudável para crianças

A alimentação infantil costuma ser um tema delicado. Os alimentos considerados “besteiras” são atrativos. Além disso, somos constantemente bombardeados com propagandas de fast-food e de produtos ultraprocessados.

Segundo dados da Unicef, de 2019, uma em cada três crianças de 5 a 9 anos possui excesso de peso, 17,1% dos adolescentes estão com sobrepeso e 8,4% são obesos. A instituição mostra ainda que 2% dos adolescentes em idade escolar em países de baixa e média renda consomem refrigerantes com açúcar pelo menos uma vez por dia e 46% comem fast-food pelo menos uma vez por semana.

Hoje existem diversas soluções para o combate desses números. Produtos feitos com planta, conhecidos como plant-based, surgem como uma opção para substituir os tradicionais. Estima-se que o mercado de substitutos vegetais terá um crescimento anual médio de quase 12% até 2027. O mercado global de proteínas plant-based pode chegar à cifra de U﹩370 bilhões em 2035, segundo a consultoria A.T. Kearney.

A 100 Foods , foodtech voltada à alimentação saudável, disponibiliza hambúrguer e empanados de frangos feitos sem nenhum item de origem animal. Os produtos são feitos a base da ervilha amarela.

A proteína extraída da ervilha amarela tem 11 aminoácidos e além de magnésio, ferro, zinco e cobre em quantidade diária recomendada para um indivíduo. A vantagem é que a ervilha não causa alergia como a soja, que também promove disfunções hormonais se consumida a longo prazo.

Substituir esses alimentos comuns, por opções feitas sem origem animal é uma ótima alternativa para começar a introduzir uma alimentação mais saudável para criança. O exemplo, claro, tem que vir dos pais em direcionar as opções mais saudáveis para seus filhos.

O mercado disponibiliza diversas opções e alternativas para um hábito alimentar mais saudável. No portfólio da empresa estão os hambúrgueres e empanados de frangos feitos a base de ervilha amarela, além de molhos ketchup, barbecue e mostarda – todos com zero calorias, açúcares, sódio e sem conservantes artificiais – e uma linha especial de maioneses veganas , também feitas à base de ervilha mais saudáveis e com 40% menos calorias e gorduras que as concorrentes.

Para Paulo Ibri, CEO da 100 Foods, crianças e adolescentes devem ser preservados de corantes e conservantes artificiais. “Pensamos em uma questão de saúde. Os alimentos industrializados causam malefícios como o surgimento de doenças alérgicas, respiratórias e inflamatórias que potencializam diagnósticos como sinusite, bronquite, asma e irritações na pele. Nossa marca não é só para veganos, mas sim para quem quer reduzir o consumo de proteína animal que possui alta concentração de antibióticos em sua composição e levar uma vida mais saudável e equilibrada”.

“A 100 Foods disponibiliza seus produtos para serem entregues direto para o consumidor, chegando até em três dias em São Paulo”, ressaltou Paulo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.