Para celebrar o Dia da Cerveja, descubra como combinar rótulos com pratos típicos de inverno

A famosa cervejinha gelada não precisa ser consumida apenas no verão. Prova disso são os estilos mais complexos de cerveja que cumprem o papel de trazer aquecimento para o corpo nos dias frios e garantir potência nos sabores, seja na combinação com pratos típicos da estação ou na adição da bebida nas receitas. Com as temperaturas mais baixas do ano, a aposta certeira inclui rótulos que combinam aromas marcantes, amadeirados, tostados, condimentados e adocicados, e os pratos variam desde sopas e caldos até opções de fondue doce e salgado.

De acordo com a Beer Sommelière e Embaixadora de Conhecimento e Cultura Cervejeira da Ambev, Carolina Loureiro, estilos com teor alcoólico mais alto, como a imperial stout Colorado Guanabara Wood Aged, são ideais para o clima frio, já que despertam as mesmas sensações pelas quais o vinho é conhecido. “Essa é uma receita que já conquistou, pelo menos, 21 medalhas ao redor do mundo por seu sabor e aromas marcantes. Com notas de madeira, essa cerveja leva rapadura queimada, tem 10,5% de álcool e é envelhecida em barril de Umburana. Para harmonizar, escolha um saboroso chocolate ao leite para base de fondue doce”, sugere a especialista.

Para fãs de sopas e caldos que não dispensam torradas ou pães como acompanhamento, Carolina traz uma opção que foge do usual. “Opte por cervejas de trigo para criar uma harmonização diferente de tudo o que já experimentou com creme de queijo. O intuito é proporcionar um diálogo entre a leveza da sopa e o condimentado de uma witbier, por exemplo. As notas de especiarias vão trazer um tempero a mais para o creme. A acidez das cervejas de trigo belgas vai cortar também a gordura do queijo, proporcionando um resultado mais balanceado e equilibrado. A Wäls Witte é um ótimo exemplo para essa harmonização”, conta.

Já para quem não abre mão dos clássicos, cervejas mais alcoólicas vão bem com entradas que levam embutidos, frios e defumados. “Embutidos e defumados costumam ser alimentos muito gordurosos e as cervejas que tem potência alcoólica ajudam a quebrar a gordura do alimento na boca e torna a experiência mais saborosa. Experimente um pepperoni com uma Colorado Indica, por exemplo, além do teor alcoólico de 7%, o amargor marcante da Indica ajudará a realçar a picância do alimento”, explica.

Confira abaixo alguns estilos ideais para apreciar em dias frios:

Russian Imperial Stout:
São derivadas do estilo Stout porém mais complexas, encorpadas e alcoólicas. Possuem notas de café, cacau, aromas de frutas secas. Isso resulta em uma cerveja que traz sensação de aquecimento e possui aromas e sabores torrados.
Exemplo de rótulo: Colorado Guanabara Wood Aged e Wäls Petroleum.

Barley Wines:
São cervejas que apresentam uma boa complexidade maltada e sabores intensos. Por vezes apresentam notas licorosas e de vinho do porto. Possui teor alcoólico elevado, que pode variar de 8 – 12% ABV e sabores que variam de frutas secas ao toffee e caramelo escuro.
Exemplo de rótulo: Bohemia Reserva.

Belgian Golden Strong Ale:
São cervejas complexas que apresentam uma boa carbonatação e notas frutadas, condimentadas e toques de lúpulo. A presença marcante do álcool ajuda a destacar as notas condimentadas no paladar e trazer o aquecimento alcoólico desejado em dias mais frios.
Exemplo de rótulo: Leffe Rituel 9º.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.