Restaurante brasiliense oferece serviço personalizado com sugestões diárias e exclusivas para clientes

Da reserva ao adeus, o ‘A Mano preza pelo atendimento de qualidade que fideliza frequentadores há mais de um ano em Brasília
Atendimento de excelência é um dos pilares que sustenta o ‘A Mano, restaurante de comida italiana em Brasília. Mais que isso, é um valor que move a equipe coordenada pelo sócio e gerente operacional André Sampaio. “A forma como você recebe e trata o cliente faz toda a diferença na experiência dele. Um bom atendimento faz a pessoa se sentir bem em estar ali, ajuda a contornar problemas e pode, até, melhorar um serviço ruim”, explica.

No restaurante, os comensais entram em contato com essa filosofia desde o momento em que decidem ir até lá, ou pedir comida em casa. Uma equipe treinada recebe as solicitações de reserva online e por telefone, assim como os pedidos de delivery direto. Com a pandemia do novo coronavírus, o ‘A Mano passou a trabalhar apenas com reservas e tempo de permanência pré-definido, assim evitam aglomerações em filas de espera. Além disso, as portas do salão passaram a permanecer abertas durante todo o serviço e a equipe da casa adotou novos hábitos, que deixam de lado os calorosos apertos de mãos e mesas previamente prontas, para dar lugar à medidas de segurança cada vez mais cautelosas.

“A gente já trabalhava com higienização cuidadosa de tudo que é levado até o cliente, mas passamos a fazer isso na frente deles. Também adotamos novidades, como cardápios e cartas de bebidas em QR Code, medição de temperatura, disponibilização de álcool em gel, equipamentos de proteção dos funcionários… Tudo é pensado para garantir que a experiência ‘A Mano continue sendo incrível e segura, mesmo nesse momento difícil”, ressalta Sampaio.

Viver o que o restaurante italiano tem a oferecer vai muito além de preocupações tradicionais. Personalização e exclusividade marcam o atendimento da casa, que inclui não apenas a equipe de salão, mas também os cozinheiros sob o comando do chef Ivo Sousa. Na cozinha, toda semana surgem novas ideias que são apresentadas aos consumidores como sugestões e passam a figurar no cardápio quando fazem sucesso.

O restaurante permite também que os clientes façam algumas combinações diferentes do que está no cardápio. O sócio explica que às vezes a pessoa quer uma proteína específica e um acompanhamento que não necessariamente é o dele no menu, mas que se os ingredientes estão disponíveis na casa, é possível fazer. “Acontece de alguém chegar aqui e não conseguir decidir, ou apenas querer algo diferente. A gente faz. Com o que temos na cozinha é possível criar muitos pratos, e trazer algo novo e feito especialmente para o cliente é bem gratificante. Além de impactar de forma positiva na experiência dele ali”, completa.

‘A Mano na sua casa

O restaurante adotou o serviço de delivery em março, após o determinação do fechamento dos restaurantes no Distrito Federal. Redução de cardápio, criações novas e adaptações fizeram parte da mudança. Afinal, levar a comida da cozinha até a mesa é bem mais simples do que garantir que ela viaje até a casa do cliente e continue com a mesma qualidade. “Criamos pratos que se adaptariam a viagens mais distantes e que pudessem ser requentados sem prejudicar a textura ou o sabor. Foram erros e acertos, mas conseguimos manter parte da experiência que eles teriam no ‘A Mano e oferecer nossas particularidades”, conta o chef Ivo Sousa.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.