Pular refeições: entenda como o hábito afeta sua saúde

Nutricionista explica como a falta de horário para comer prejudica o organismo

Com a rotina cheia de atividades e compromissos, muitas pessoas acabam não tendo horário certo para comer e até deixam de fazer algumas refeições do dia. Apesar de comum, Jessica Santos, nutricionista da Superbom, empresa alimentícia especializada na fabricação de produtos saudáveis, informa que o hábito pode trazer efeitos negativos para a saúde. Para esclarecer, a especialista pontua abaixo os principais:

Fraqueza: a consequência mais imediata ao pular refeições é a falta de energia para realizar todas as atividades. Isso acontece porque sem nutrientes o organismo aumenta a produção de insulina e provoca a hipoglicemia (falta de açúcar no sangue), resultando em fraqueza e tontura.

Treinos esportivos perdem o efeito: a especialista pontua que as refeições são uma parte importante para quem pratica exercícios físicos, uma vez que a alimentação equilibrada ajuda na aceleração do metabolismo e da recuperação muscular. Por isso, ficar sem comer pode atrapalhar os resultados dos treinos.

Controle da fome: ao ficar um período prolongado sem comer, fica mais difícil de controlar a quantidade e a qualidade de comida ingerida na próxima refeição, fazendo com que a pessoa “coma o que vê pela frente”. A comilança pode causar dor no estômago e ganho de peso.

Mau humor: a falta de açúcar no sangue também contribui na sensação de irritabilidade . “A glicose ajuda o cérebro a produzir endorfina, hormônio responsável pelo bem-estar, por isso pular refeições também causa o mau humor”, esclarece.

Deficiência de nutrientes: a longo prazo o hábito de pular refeições, seja o café da manhã, almoço ou jantar, pode causar um déficit de nutrientes no organismo, podendo causar uma série de problemas como baixa imunidade, anemia e muitos outros.

“Para criar uma rotina de alimentação saudável, as pessoas podem preparar marmitas para todas as refeições da semana, congelar e levar para o trabalho conforme for consumindo. A dica é montar opções saudáveis com porções de proteínas vegetais, carboidrato e frutas de sobremesa”, indica.

As proteínas 100% plant-based da Superbom são livres de aditivos químicos e com baixo teor de sódio, perfeitas para refeições mais leves, práticas e saudáveis. As opções de carnes 100% plant-based feitas a partir da proteína da ervilha da Superbom estão disponíveis nas versões: Frango, Coxinha, Steak sabor Peixe e Burger Gourmet.

Sobre a Superbom

A Superbom é uma empresa alimentícia, que trabalha com uma linha de produtos saudáveis, que abrange sucos, geleias, salsichas, proteínas, pratos prontos, entre outros. Fundada em 1925, a Superbom comercializa os seus produtos em mais de 25 mil pontos de vendas em todo país. Em função disso, é considerada uma das principais empresas do ramo de alimentos para veganos e vegetarianos do Brasil. A empresa iniciou as suas atividades com a produção de suco de uva, no interior de uma antiga casa pertencente ao Colégio Adventista Brasileiro (CAB), que posteriormente ficou conhecido como Instituto Adventista de Ensino e, hoje, abriga o Centro Universitário Adventista de São Paulo (Unasp-SP). Durante toda a sua história, a empresa atua diretamente ligada à Igreja Adventista do Sétimo Dia. Atualmente, a companhia conta com 250 colaboradores, entre a sede e as duas plantas da indústria (localizadas em São Paulo, capital, e em Lebon Régis, Santa Catarina).

http://www.superbom.com.br

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.