Mas afinal, o que é enogestão?


O bom momento econômico vivido pelo Brasil está fazendo surgir novos consumidores no país, especialmente da classe média.

E este aumento de consumo tem se refletido também no mundo dos vinhos, e desta maneira propiciando o surgimento de inúmeros “negócios” ligados a esta bebida. São importadoras, lojas, supermercados, restaurantes que se deparam com um grande número de ofertas na hora de criar a sua adega-estoque. São inúmeros rótulos oriundos de reconhecidos produtores do Velho e do Novo Mundo. Isto, sem falar na produção nacional, que a cada ano galga mais um degrau na qualidade de seus vinhos. Cria-se então, um quadro onde se faz necessário um estudo minucioso para melhor direcionar as ações e o investimento deste cliente. Daí surge à necessidade da ENOGESTÃO!

Mas, o que é ENOGESTÃO?

Na tentativa de entender um pouco melhor, conversei com Rafael Puyau – proprietário da Chez Puyau, uma empresa de consultoria empresarial – sobre a importância deste “suporte” especializado para o cliente passar a atuar neste extenso e complexo mercado do vinho.

Ele me explicou que ENOGESTÃO, é na verdade, uma gestão empresarial para o setor de vinhos, que ajuda ao cliente a identificar suas forças e fraquezas auxiliando-o na formação da estratégia para o melhor aproveitamento das oportunidades, e também de resguardá-lo das ameaças do mercado. Gerando assim, maior lucratividade e tornando o setor de vinhos mais rentável dentro do estabelecimento.

Para isso, a equipe de ENOGESTÃO, inicia uma série de ações que permitirão atender a todas as necessidades do cliente. Algumas destas ferramentas são: Pesquisa de Mercado, Desenvolvimento de Marca, Marketing e Vendas, Comunicação e Gestão de Estoque. Isto para citar apenas alguns dos mecanismos utilizados para garantir que o cliente obtenha maior lucratividade e rentabilidade, assim como um bom market share (participação) e sua permanência no mercado.

Perante tal explicação, não fiquei com dúvidas quanto à importância deste tipo de “assessoria” feita por pessoas qualificadas e atuantes no mundo do vinho para o sucesso dos negócios.

Entrevistado: Rafael Puyau
Proprietário da empresa Chez Puyau – www.chezpuyau.com.br. Ele tem formação em enologia pelo Centre de Formation Professionnelle et Promotion d’Aude – CFPPA – em Narbonne, sul da França. Possui também, o Advanced Certificate level 3 pela escola inglesa WSET (Wine and Spirit Education Trust). Além de fazer parte do corpo docente do SENAC Rio, onde ministra aulas de enologia para o departamento de gastronomia. Assim como, ministra aulas de enologia no curso de extensão em gastronomia na FASE (Faculdade Arthur de Sá Earp) em Petrópolis.

Fonte: www.viagensdemarcia.blogspot.com.
Marcia Monteiro é jornalista e guia de enoturismo.

Enoabraços e saúde.

Curso de Análise Sensorial será realizado no Shopping Downtown. Grande oportunidade de aprender ou aprimorar seus conhecimentos em vinhos. 

Inscrições e pagamento diretamente através do site www.rafaelpuyau.com.br. 

Entre em contato e garanta sua vaga! 

&nbsp… Leia mais...

Prezados,

este vídeo é destinado aos donos de estabelecimentos gastronômicos, hoteleiros e aos empreendedores que desejam ingressar no mercado de hospitalidade.

Por quê contratar a Chez Puyau?

A resposta está aqui https://youtu.be/uBnZj7jn-yk

Saúde e enoabraços,
Rafael Puyau
Chez Puyau
www.chezpuyau.com.br… Leia mais...


Ocorreu no último dia 2 de julho no Hotel Pestana em Copacabana mais uma ação da Comissão de Viticultura da Região dos Vinhos Verdes voltada, exclusivamente, para os profissionais e entidades do setor de hospitalidade.

Como de costume, o evento foi muito bem organizado e trouxe ao trade brasileiro belos exemplares de uma das mais encantadoras regiões portuguesas.

Tive o prazer de trabalhar no evento… Leia mais...

Na última quinta-feira (14/5), a importadora Cantu brindou o setor de vinhos com seu evento – Cantu Day – no hotel JJ Mariott em Copacabana.

Primeiramente quero agradecer a Erika Rabello pelo convite e pela, consequente, oportunidade em poder conhecer em primeira mão as novidades do portfólio.

O evento teve início às 16h e os brancos e espumantes precisavam de mais tempo para chegar a temperatura correta, porém, isso não foi impeditivo… Leia mais...

Prazedo leitor,

estou muito feliz em retomar com o nosso blog depois de praticamente 2 anos afastado. Durante esse período estive envolvido em projetos nos quais dediquei 100% da minha atenção.

Meu último post foi sobre enogestão, um termo cunhado por uma empresa de Portugal sobre agronegócio. Eles possuem um sistema de gestão de adegas com o mesmo nome, que ajuda o enólogo e o gestor a controlar/administrar toda a produção no… Leia mais...

No dia 1º de fevereiro teve início a aproximação efetiva entre vitivinicultores brasileiros e importadores, distribuidores e supermercadistas. O projeto “Conhecendo os Vinhos do Brasil” – idealizado pelas mesmas entidades que selaram o acordo que pôs fim ao pedido de salvaguarda no final de 2012 – reuniu 51 vinícolas e 40 compradores de nove capitais brasileiras e ainda outros de cidades do interior em Bento Gonçalves.

“Para gerar negócios, é… Leia mais...

Em meio à emoção de ver os vinhos do Brasil na passarela do carnaval de São Paulo, o setor vinícola também teve uma frustração.

A ação, que venderia vinhos a preços promocionais (R$ 4,99) em uma inédita embalagem de 250 ml da Tetra Pak, precisou ser cancelada. Motivo: uma lei da cidade paulista determina que “bebidas quentes” não poderiam ser vendidas nessas embalagens. Caso o produto fosse comercializado nas arquibancadas do… Leia mais...

A Casa Ermelinda Freitas quer angariar 180 mil euros para instituições sociais. Para isso vai lançar no mercado 1.500 garrafas de “vinho premium” cujo valor reverte totalmente a favor da Cáritas de Setúbal e a União Social Sol Crescente da Marateca.

Esta iniciativa insere-se no projeto “A Vida de um Vinho”, iniciado há quatro anos, que utiliza a indústria vinícola como um meio para promover a solidariedade, ao mesmo tempo promove… Leia mais...

Saint-Émilion, à margem direita do rio Dordogne, apresentou em setembro ao mundo do vinho a nova e seletíssima lista de Premiers Grand Crus Classés, renovada a aproximadamente cada dez anos. São dois novos Classés A, os Châteaux Angélus e Pavie, que se juntam aos outros dois que já tinham a classificação máxima, Château Ausone e Château Cheval Blanc. Quem está ansioso para testar in loco as melhores safras dos châteaux… Leia mais...

O quadro vinícola do Chile sempre se caracterizou por uma forte concentração em torno de poucos produtores, em especial Concha y Toro, Santa Rita/Carmen, Viña San Pedro e Santa Carolina. O mesmo, a propósito, acontece com a Austrália, e permite entender o porque dos dois países terem muito mais sucesso internacionalmente do que, por exemplo, um país como a Argentina onde o setor é fragmentado. Não é só o fato… Leia mais...

Deixe um comentário

This blog is kept spam free by WP-SpamFree.