Entrevistas


Luiz Pinho

Proprietário do Prudentia Bistrô

Atualizado em 08/06/2016

Nascido em Belém do Pará, Luiz Pinho ficou por 16 anos morando em Portugal, onde se encantou com a cultura local e com os sabores. Com o retorno para o Brasil, encontrou a Cafeteria Prudentia, localizada no Rio de Janeiro. E foi ai, que uma vontade antiga de abrir uma Cafeteria Cultural começou a tomar forma.

Hoje além do prazer de tomar um café com grãos selecionados, os clientes da Prudentia encontram opção de um cardápio leve, saudável e saboroso.

1 - Fale sobre as suas experiências. Como surgiu o interesse pela gastronomia?

A gente morava em Portugal, eu e minha esposa, em áreas bem diferentes. Minha esposa é formada em hotelaria e eu trabalhava na parte comercial em uma editora. Conheci Portugal todo. Sua cultura principalmente, e dentro da cultura, conheci a parte de culinária. Foi ai que comecei a gostar e me apaixonar pelos sabores portugueses. Comparava tudo com os sabores do Brasil. Eu sou Paraense e a comida no Pará é bem típica, bem fechada. Raramente você tem alguma culinária que vai se assemelhar com a culinária Paraense. Eu comecei a me apaixonar por aí. Quando nós voltamos para o Brasil, eu tive um pouco de dificuldade para me readaptar. Fiquei 16 anos fora do país, quando voltei me sentia um turista. Eu precisava mexer em dinheiro rapidamente para conhecer valores, economia e tudo mais. Foi ai então, que surgiu a ideia. Quando estava em Portugal eu já pensava em montar um café, mas um café cultural com letras. Queria vender café e livros. Foi quando eu vi o anuncio da cafeteria. Tentamos trazer para a loja aquilo que era servido em Portugal. “Foi a mistura da necessidade com a pequena paixão”. Foi ai que tudo começou.

2 – Além da cafeteria a Prudentia também serve almoço, que tem como carro-chefe a salada. Porque optar por um cardápio saudável e vegetariano? Isso veio com o tempo ou já era uma coisa que você tinha vontade?

Na verdade essa cafeteria já trabalha com opções de quiches, panquecas e uma saladinha que eles faziam. Então  começamos a ampliar essa salada. Por estar no meio de um centro comercial, a ideia era que os clientes e funcionários das empresas ficassem satisfeitos, leves. e tivessem a opção de comida saudável e saborosa.

3 - Quais são os critérios para seleção dos ingredientes e quais deles não podem faltar?

O primeiro ingrediente que não pode faltar é a paixão. Depois os ingredientes básicos: folhas verdes, queijo minas, o básico para saladas e muita higiene.

4 - Como foi o processo para montagem do cardápio?

Eu tive ajuda de uma nutricionista. O cardápio foi montado seguindo as sugestões dela.

5 - Uma curiosidade sobre a Prudentia?

A inauguração foi uma festa de casamento. E tivemos um evento para diabéticos também, que foi muito interessante.

6 - O que tem de influência do Pará na sua cozinha?

Eu acredito que só amor mesmo. Todo mundo diz que quem tem a melhor arte de receber bem no Brasil é o Paraense. Tem até uma musiquinha. “Quem vai ao Pará parou, tomou açaí, ficou!”

7 - E influência de Portugal tem alguma?

Tem. Eu estou fazendo um bacalhau trufado todo condimentado. Eu sou filho de portugueses, amo Portugal e acho que atualmente essa é a minha maior influência.

8 - Na culinária do Brasil, o que mais você gosta?


O que eu mais gosto são os sabores, os temperos. Tem muito tempero que a gente não conhece, que ainda estamos descobrindo. Muitas especiarias fora do comum.

9 - O que você mais gosta de comer?


Carne. Um bom filé ao ponto para mal. E na comida paraense eu sou louco por maniçoba. Como de manhã, à tarde e a noite.

10 - O que você mais gosta de cozinhar?

Nunca parei para pensar. Gosto de tanta coisa. Gosto de cozinhar desafios! acho que é isso...

11 - Gastronomia é uma paixão?

E uma terapia. Além da paixão é uma terapia. Quando estou muito cansado, estressado, eu vou pra minha cozinha e faço almoço, com entrada, prato principal e sobremesa. Eu adoro a cultura da cozinha. Meus filhos coziam comigo.

12 - Então o lugar que você mais gosta da sua casa é cozinha?

Não tenho dúvida. É o lugar que me sinto melhor.

 

Por: Caroline Monteiro

Veja a(s) receita(s) do Chef:








Publicidade

Publicidade



Publicidade

Publicidade