Sabor e Saúde


Chá: a bebida quente do inverno

Com a chegada do inverno, o chá ganha destaque. Originário do Oriente, tornou-se tão popular em vários países, que é considerada a segunda bebida mais consumida no mundo, depois da água.

Atualizado em 04/08/2015

Com a chegada do inverno, o chá ganha destaque. Originário do Oriente, tornou-se tão popular em vários países, que é considerada a segunda bebida mais consumida no mundo, depois da água. “Além de proporcionar um momento de prazer e relaxamento, tomar chá é um hábito saudável e, dependendo da erva usada, a bebida pode oferecer nutrientes que ajudam no bom funcionamento do organismo, prevenção de doenças, além de ser aliado da beleza”, afirma Leandra Sá de Lima, da Farmacotécnica. 

Por ser uma bebida preparada a partir de folhas sob infusão na água quente, o consumo de chá se torna especialmente atrativo em temperaturas mais baixas. No entanto, se o objetivo for aproveitar os benefícios medicinais, Leandra alerta que é importante ficar atento às propriedades específicas de cada tipo. “A camomila, por exemplo, possui efeito calmante e digestiva. Pode ser usada topicamente, por sua ação anti-inflamatória, auxilia na redução de irritações e queimaduras na pele. Contribui ainda com alívio de sintomas de resfriados, insônia, ansiedade e nervosismo”, explica.

Com zero caloria e muitos nutrientes, o chá de hortelã também é ótima opção para temporada. Rica em fibra dietética, proteína, vitaminas C, B e D, e minerais, como magnésio, ferro, sódio e potássio, a hortelã auxilia a digestão, aumenta a secreção dos sucos digestivos, além de melhorar as contrações do estômago e os movimentos peristálticos do intestino.

Os chás branco, vermelho e verde ajudam no metabolismo. Podem ser preparados quentes ou gelados, quando partimos da versão solúvel. Mesmo sendo feitos da mesma planta,  Camellia sinensis, cada um dos tipos representa a forma em que a erva é processada e a época da colheita, o que faz com que tenham  diferentes propriedades e sabores. Coadjuvante na perda de peso, o chá branco reduz o colesterol ruim (LDL), previne doenças cardiovasculares e protege a pele dos efeitos nocivos do sol, melhorando o sistema de defesa das células contra os raios UVB. Com ação anti-inflamatória e rico em oxidantes, atua também na prevenção de placas bacterianas e cáries nos dentes.O chá verde acelera o metabolismo, dá saciedade, é antioxidante e otimiza a digestão. Já o chá vermelho acelera o metabolismo, combate o envelhecimento precoce (devido à presença de flavonóides e polifenóis), reduz o colesterol ruim, fortalece as artérias, é antioxidante e proporciona um melhor funcionamento do fígado. "Deve-se, entretanto, não exagerar.
Seguir as orientações disponíveis para não ultrapassar a quantidade máxima diária é sempre importante”, conclui Leandra.



Publicidade

Publicidade



Publicidade

Publicidade